Search Show Menu
Home Latest News Menu
Features

Dicas para DJs que querem transformar um hobby em carreira de verdade #07

Invista na sua própria carreira!

  • Mixmag Team
  • 10 September 2018

Na verdade, fazer uma carreira decolar dá um trabalho do cacete, especialmente quando você trabalha de forma independente, como a maioria dos produtores e DJs.

Existe tanta coisa para agitar e tantos malabarismos para fazer, desde a divulgação até os bookings, que a coisa pode ser bem mais complexa do que se imagina.

Pode ser um labirinto lá fora, então falamos com algumas figuras da indústria musical para reunir dicas sobre como fazer sua carreira de artista decolar.

Pode demorar um pouco para você fazer a coisa acontecer, mas com esforço direcionado e muito trabalho você pode aumentar as chances de sucesso.

Depois da primeira, da segunda, da terceira, da quarta dica, da quinta dica e da sexta dica, agora leia a sétima sugestão da Mixmag!

Não tenha medo de se financiar

Se você tem como financiar tudo você mesmo, então faça isso, amigo!

Desta forma, todas as decisões e direção criativa são de propriedade exclusiva sua e você pode fazer o que quiser.

“Os artistas devem manter o controle”, diz Melissa Taylor. Mesmo que você fosse tentar financiamento, não há garantia de que você conseguirá, então um Plano B sempre é bom.

Isso pode significar tranquilamente trabalhar durante o dia, a noite e nos fins de semana para juntar algum dinheiro para cobrir os custos que você vai ter no seu projeto.

Não pense que você é bom demais para tocar em um casamento. Danny Daze tocou em casamentos para ganhar dinheiro, mas hoje você o vê tocando na Fabric, Panorama Bar e Warung no Brasil.

Mas não faça dívidas só para conseguir equipamento de última geração para acelerar as coisas.

Apenas busque empréstimos se você tiver um plano de pagamento viável em vista (formas de trabalhar pra gerar grana, por exemplo).

Lembre-se que não há um limite de tempo para você fazer a coisa acontecer.

O DJ inglês Eats Everything fez malabarismos para conciliar seu trabalho de recrutamento numa empresa e a discotecagem até a idade de 30 anos, quase desistindo do verdadeiro sonho de ser um DJ como primeira profissão até que sua grande chance aconteceu com ‘Entrance Song’.

Independente do que aconteça, não deixe que as finanças pirem sua cabeça!

Mantenha a sua mente leve e livre para trabalhar em produções que potencialmente possam transportar sua carreira para um nível totalmente novo!

Afinal, se você não acreditar ao ponto de investir seu dinheiro na própria carreira, porque outros teriam que fazer isso por você? Pense nisso!

Fique ligado aqui em nosso site e redes para mais conteúdo útil para seu lado profissional!

Veja tambem os conselhos de Nina Kraviz, da Trip Recordings, e de Gui Boratto, do D.O.C. Records e de Axel Boman, do Studio Barnhus, sobre como desenvolver seu label, ou sua gravadora própria, rumo ao sucesso!

Load the next article...
Loading...
Loading...