Search Menu
Home Latest News Menu
News

KAHU e a benção de Kolombo, LouLou Players e Fran Bortolossi

A partir de uma audição despretensiosa, artista assina pela Otherwise e LouLou Records

  • Marllon Gauche
  • 28 May 2021
KAHU e a benção de Kolombo, LouLou Players e Fran Bortolossi

A audição de tracks unreleaseds ao vivo se tornou uma prática comum por parte de DJs e headlabels de gravadoras durante a pandemia, mas nem sempre a música que você (produtor) envia é selecionada ou comentada, porém, para KAHU a história não foi essa.

Com algumas tracks paradas já há pelo menos cinco meses, ele decidiu tentar a sorte: enviou algumas faixas para o time da Teamwork 360º, novo projeto educacional de Kolombo, LouLou Players, Fran Bortolossi e Gabi Lorensatto, masterclass que acabou de abrir suas vagas para que produtores possam profissionalizar seus trabalhos ao lado desse time.

Antes, porém, o trio de DJs resolveu fazer a audição de algumas demos recebidas e, para a alegria de KAHU, suas cinco tracks foram escutadas ao vivo, olha só:

“Eu fiquei sabendo dessa live por um amigo enquanto já estava acontecendo. Fui correndo pro PC, separei as tracks e entrei na fila da escuta. Primeiramente eu mandei 1 track e depois mandei mais 4. Eu fiquei meio ‘bugado’ na primeira track, ser analisado ao vivo mexe com o cara e eu tava a milhão, não consegui entender o que eles falaram, apesar de falar inglês, eu estava nervosão, fui guiado mais pelas reações deles, na verdade”, lembra de forma espontânea.

Logo de início, é possível ver claramente a empolgação dos artistas ao escutarem a primeira faixa, o que se repetiu nas outras quatro que vieram na sequência, com comentários como “He’s got the groove”.

O resultado foi que, no dia seguinte ao streaming, KAHU recebeu a notícia de que fecharia um EP pela Otherwise Records, nova gravadora idealizada por Kolombo em 2020, além de um outro pela prestigiada LouLou Records.

“Logo após a live eu enviei as tracks no inbox do Fran e no dia seguinte ele escutou novamente com o Kolombo. Na sequência assinaram as três tracks para o Otherwise. Agora a playlist está com o Jérôme para ele escolher as tracks que sairão pela LouLou (já aproveitei pra incluir mais algumas lá, rs”.

Apesar dessa confirmação positiva, o que aconteceu anteriormente não foi tão animador. KAHU conta que quando mostrou as tracks para outras pessoas, recebeu feedbacks negativos que quase o fizeram desacreditar do potencial delas:

“É uma história bem curiosa. Eu extrai os vocais dessas músicas de um jogo chamado DOTA 2 e eles são bem ‘weirds and freaky, but not too much’, como o Kolombo disse. Mostrei para alguns amigos que disseram que não estava combinando, que era meio nada a ver. Fora isso também recebi um feedback técnico dela a respeito do arranjo que era repetitivo e deveria ser alterado, enfim.

Eu sabia que essas tracks eram especiais e estava guardando para um momento como esse, não que eu pudesse imaginar que isso aconteceria, mas naquela noite fui abençoado e elas chegaram nas mãos certas, e melhor ainda, com a reação dos caras em vídeo!! Uma puta injeção de ânimo para este momento tão difícil que nós DJs e produtores estamos atravessando” finaliza.

Portanto, a mensagem que fica é: ouça feedbacks, saiba entendê-los e assimilá-los, mas nunca deixe de confiar na sua intuição e de acreditar no seu próprio trabalho. O resultado está aí. Em breve novos EPs de KAHU pela Otherwise e LouLou Records.

Follow KAHU on Facebook, Instagram & Soundcloud

Photos: Divulgação

Loading...
Loading...