Search Menu
Home Latest News Menu
Features

Entrevista: Phonique

Um Q+A com o premiado produtor na véspera do lançamento de 'Green Supreme'

  • Mixmag Team
  • 23 February 2017
« Read this article from the beginning

2 Q+A: Phonique

Entre o agito de shows e o trabalho em estúdio, como está a agenda para esse ano?

Mais ocupado impossível. O dia não tem horas suficientes para minha correria.

Como tudo começou para você? Como foi o seu início na house music?

Me apaixonei pela música e comecei a colecionar vinil e a fazer meus próprios mixtapes.

Quando me mudei para Berlim, em 1995, passei a organizar festas e depois decidí tocar o warm up eu mesmo.

Outros promoters gostaram de minhas habilidades no warm up, minha abordagem mais suave, lenta e sedutora para levar as pessoas ao clima da pista de dança.

Isso me abriu as portas para fazer warm up em todos os tipos de clubs e festas em Berlim.

Que tipo de música do passado mais te inspira?

House music antigo. As pessoas só queriam se divertir e não pensar: "é legal tocar isso? ou... como vai influenciar minha imagem como produtor se eu usar esses sintetizadores?"

Qual a importância das ferramentas e equipamentos no seu trabalho e estilo?

Bem, um bom equipamento ajuda a executar melhor. Mas o groove e o feeling podem ser alcançados tambem com ferramentas básicas.

Que papel desempenham as mídias sociais no seu trabalho hoje?

Infelizmente se transformou em algo crucial nos últimos anos. Se você não postar nada, as pessoas pensam que você não existe mais.

Quais as próximas colaborações e lançamentos para 2017?

Bem, o meu 4º álbum, 'Green Supreme' está saindo no dia 27 de fevereiro com alguns grandes vocalistas e com muitos remixes. Compre o album aqui!

Fotos: Marie Staggat

Curta 10 sets incríveis do Mixmag Live em video aqui.

Baixe as revistas da Mixmag Brasil, grátis, para IOS e Android!

Curta a Mixmag no BeBee / Facebook / Google Plus / Instagram / Twitter

Loading...
Loading...